Atividade prática enriquece estudo sobre os povos imigrantes
15 de junho de 2015 Notícias

Em meados dos séculos XIX e XX, nativos de diversos países chegaram ao Brasil em busca de melhores oportunidades de trabalho e uma vida mais próspera. Desembarcaram em terras brasileiras com o anseio de refazer suas vidas trabalhando nas lavouras de café e na indústria. São italianos, africanos, portugueses, alemães, japonese, espanhóis, poloneses e holandeses – além de representantes de outras nacionalidades – que contribuíram de forma expressiva para a história e a formação cultural do país, deixando um conjunto de heranças como sobrenomes, sotaques, costumes, culinária e vestimentas.

Povos imigrantesCom o objetivo de enriquecer o estudo sobre a população brasileira, mais especificamente sobre as questões migratórias e a construção da miscigenação do país, os estudantes do 7º ano do Ensino Fundamental II do Colégio Notre Dame Aparecida realizaram pesquisas sobre alguns povos imigrantes e apresentaram os dados coletados aos colegas, durante a aula de Geografia.

De acordo com a professora da disciplina, Andréia Comin, “a pesquisa solicitava informações sobre a época em que ocorreu o maior fluxo imigratório, os motivos dessas imigrações, o local onde se estabeleceram esses povos e dados atuais dos países de origem, como a economia, a forma de governo, curiosidades, pontos turísticos, cultura, etc.”.

Além de estudarem sobre a chegada de diferentes povos ao Brasil no passado, as turmas refletiram sobre o novo fluxo imigratório que está ocorrendo no país, de haitianos e africanos, que estão deixando suas origens para fugir da pobreza e, assim como os colonos que chegaram há quase 200 anos, desembarcando em terras brasileiras em busca de segurança e de qualidade de vida.